Resenha: Amigo Secreto

13:57


Sylvia Day é uma dessas autoras que vou fazer questão de acompanhar enquanto for uma leitora voraz, ou seja, para sempre. Na minha opinião, uma das divas do gênero New Adult. Adoro os seus romances e li todos os poucos que foram publicados aqui no Brasil. A série Crossfire é minha segunda preferida e Sylvia Day consegue me fazer comprar seus livros sem pensar duas vezes. Não foi diferente com Amigo Secreto, fiquei feliz por ter sido meu primeiro livro do ano.  

“Em Amigo secreto, a autora narra duas histórias contemporâneas, bem apimentadas e muito românticas que certamente farão as leitoras perderem o fôlego. A primeira, que dá título ao livro, conta a história de Nick e Steph, colegas de trabalho que secretamente sentem uma enorme atração um pelo outro. Isso até o momento que Nick tira Steph no amigo secreto e escolhe um presente claro e direto: uma foto sensual e provocadora que promete esquentar as coisas entre eles. Já a segunda narra o relacionamento difícil e obsessivo de um casal que se vê envolvido na investigação e no roubo de joias de Gideon Cross.

            Até agora não consigo entender porque Sylvia não escreveu dois livros com essas histórias. Enquanto uns autores morrem para tentar escrever histórias boas e que prendem o leitor, Sylvia Day “gasta” ideias ótimas com um livro fácil de ser lido em poucas horas e prova que é uma escritora competente e talentosa. O livro tem só 118 páginas, com mais ou menos 50 páginas cada história.
            A primeira história, a de Nick e Steph, é para aquelas que precisam de um mimo, de um carinho. A história é curta e poderia muito bem ser apenas um resumo da história real. É uma história leve e, na falta de outra palavra, aconchegante. Se você sonha com um colega de trabalho sexy e ousado, vai adorar Amigo Secreto.

“Abraçada a ele, Steph ouviu as violentas batidas de seu coração, misturadas  com o ritmo suave da música, e se sentiu querida e acolhida.
Pela primeira vez em muito tempo, seu Natal parecia um Natal de verdade.”

            A segunda história, Sangue e Rosas deveria ter no mínimo um livro dedicado só para ela. Os personagens são apaixonantes, a história é cativante e se Sylvia Day quisesse poderia escrever sobre conflitos de ética entre uma suposta criminosa e um delegado de polícia. Ainda não acredito que ela conseguiu escrever essa história em menos de 60 páginas. Jake e Ana são um casal no qual gostaria muito de conhecer mais a fundo sua história e os sentimentos que sentem um pelo outro. A narrativa faz menção do BDSM  mas não mergulha no tema e acho que, se tratado de uma maneira inteligente e criativa como Sylvia Day é muito capaz, a história seria um verdadeiro tesouro. Quem sabe num futuro Day mude de ideia e decida investir em alguma dessas histórias? Estarei torcendo piamente.
PS: Amei a menção à Gideon Cross e ao universo Crossfire.  
Amigo Secreto foi escrito por Sylvia Day e publicado no Brasil pela editora Paralela.
Classificação: 4,5/5 estrelas. (Só perde por conta do tamanho, gostaria de ter lido mais.)


“Ei.” Ele a segurou pelo ombro e a olhou bem nos olhos. Quando viu na expressão dela a determinação capaz de manter as emoções sob controle, ele a beijou de leve, na testa.
“Jake...”
“Eu não era o único que precisava disso. Agora podemos ir.” 

Gostou da resenha? Já leu o livro ou não leu e ficou com vontade? Não deixe de comentar. 

You Might Also Like

0 comentários

recent posts

Like us on Facebook

Twitter