Filosofias

17:23

― Nunca sei o que falar quando estou perto de você ― ele murmurou olhando para baixo.
― Converse comigo sobre… O tempo. Típica conversa banal. ― ela riu.
― Odeio quem conversa sobre banalidades.
― Desculpe, mas eu adoro.
― Por quê? ― ele voltou seu olhar para ela.
― Por que são as coisas simples, as tais “banalidades” que me fazem perceber o quanto gosto de conversar com tal pessoa, não importa o assunto.
― Você adora filosofar não é?
― Prefere conversar sobre banalidades? ― Um sorriso maroto surgiu em seus lábios.
― Quer dizer então que você gosta de chuva? ― ele sorriu.
― Amo.
― Por quê? ― ele reprimiu um sorriso.
― Não sei. Amo escutar o barulho dela caindo, o modo como às vezes chega silenciosa e como outras chega causando estrago. E gosto de observar suas infinitas gotas. Parecem lágrimas algumas vezes. Outras, lembranças. Acho que amo a chuva por causa das sensações que ela me causa. É como se fosse uma nostalgia encantadora. É um pouco contraditório.
Ele sorriu, não pôde mais conter.
― Percebeu que acabou de me fazer filosofar mais uma vez em meio a uma conversa sobre banalidades?
― Sim. ― ele sorria. ― Eu percebi.
Ela ficou calada. Ele sempre a deixava confusa.
― Acabei de aprender com uma certa garota que conversar sobre banalidades com alguém faz você ver o quanto gosta dessa pessoa.
― Eu não disse bem isso…
― Eu sei. Mas aprendi mesmo assim.
Silêncio.
― E gosto de ouvir você filosofando.
― Falando assim parece tão… Estranho.
― O que? Filosofar? ― ela assentiu. ― Eu acho perfeito.
― Filosofar?
― Também ― ele olhou em seus olhos.
― Qual a outra parte desse “também”?

Ele apenas olhou para ela e ambos sorriram.

Esses dias estava dando uma revirada no meu Tumblr, lendo alguns textos antigos e encontrei algumas coisinhas que gostei de reler. Achei esse diálogo e decidi publicar aqui. Não faz mal algum dar uma olhadinha pra trás de vez em quando, não é?


Gostaram? Comentem se gostariam de ver mais posts assim aqui no blog.  

You Might Also Like

7 comentários

  1. Lindo o texto, estou seguindo!!
    Se quiser dar uma olhada nos meus contos.... vou colocar o link do meu blog para você https://estraninho.blogspot.com/

    beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Laura!

    Adoro ouvir histórias, sejam sobre filosofia ou banalidades... rsrsrsrs... Adorei seu blog e estou te seguindo, ok? Eu amo ler, gosto muito de escrever também, mas há algum tempo não tenho tido muito tempo para realizar essas atividades, então, quando venho ao blog mato um pouco da saudade de ler e escrevo um pouco, quando posso.

    Parabéns pelo blog!

    Abraços,

    Drica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo comentário, espero que continue visitando o blog e comentando sempre que gostar de algum post.
      Também ando sem tempo para escrever e ler como gostaria, mas estou tentando dar um jeito de atualizar o blog toda quarta e quinta. Espero que meus textos e posts te agradem e façam você matar a saudade de escrever ;)

      Obrigada pelo comentário, volte sempre!

      Excluir
  3. Amei o textinho!
    Beijoss

    dez-pra-meia-noite.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Amei o seu blog ...os seu texto que me lembra muito eu ...Parabéns

    ResponderExcluir

recent posts

Like us on Facebook

Twitter