Viajando sozinha: Escolhendo o destino

11:17


Esse é o segundo post da série Viajando Sozinha. Falei muita coisa no post anterior a respeito de dúvidas frequentes, criando coragem para viajar sozinha, sobre se sentir solitária ou não etc. Para dar uma lida clique aqui.
Recebi várias mensagens desde que falei a respeito de viajar sozinha e compartilhei minha primeira experiência. Várias delas foram a respeito de dúvidas sobre como escolher o destino para viver sua primeira viagem solo. Viajar para fora do país? Mas pra onde? Me arriscar aqui por perto? Mas como escolher?
Decidi contar um pouquinho de como e porque acabei optando por Nova York como palco dessa viagem incrível. Achei melhor listar alguns dos principais motivos a serem levados em conta na hora de escolher seu destino. Depois de muita - muita - pesquisa, leitura e conversas com quem já tem experiência em se aventurar sozinha por aí, cheguei a 8 pontos essenciais.


FACILIDADE COM O IDIOMA

Domino o inglês e me viro muito bem, conversar e pedir informações não seria um problema. Mas, caso algum problema mais sério surgisse, sabia que NY é cheia de brasileiros e estrangeiros que poderiam me ajudar se eu precisasse. Mas atenção: não é porque você não domina um idioma que você não pode ou não deve viajar para o país que deseja conhecer. Encontrei vários brasileiros e estrangeiros que não falavam praticamente nada em inglês e que se viraram muito bem, mas para alguém que vai viajar sozinho e não vai ter alguém 24 horas para ajudar, é recomendado saber pelo menos o mínimo da língua local. Lembrem-se: ninguém é obrigado a saber a sua língua; da mesma forma que você não precisa saber francês para ajudar um turista que vem ao Brasil, os americanos não têm obrigação de entender português só para a sua comodidade. Além disso, por que não se esforçar para aprender um novo idioma? Além de ter oportunidade de conhecer muita gente nova, você ainda acrescenta algo que pesa muito no currículo.

TRANSPORTE PÚBLICO
 
Como eu iria sozinha precisava pensar na melhor maneira de me locomover pela cidade. Nem todos os pontos turísticos ou locais de meu interesse ficam há algumas quadras de distância, seria preciso usar o transporte público. Algumas cidades contam com um grande número de táxis, o que ajuda bastante se o preço for razoável, mas se o destino escolhido oferecer um bom sistema de metrô é melhor ainda. Nova York tem um dos melhores metrôs do mundo com linhas indo para todos os cantos da cidade, além de funcionar 24 horas por dia nos 7 dias da semana. Como estava planejando ir sozinha, sabia que ficaria muito mais em conta e seria bem mais prático usar o metrô. Comprei o MetroCard de 7 dias que permite usar o metrô quantas vezes quiser no período de uma semana. Quando se viaja sozinha é preciso pensar que você não vai ter ninguém para dividir a corrida com você, então escolher um destino que oferece alternativas é sempre inteligente se você não pode gastar tanto.

LOCALIZAÇÃO E DISTÂNCIA DOS PRINCIPAIS PONTOS TURÍSTICOS
 
Vale tudo o que foi dito no item acima. Não seria nada prático se meu destino tivesse pontos turísticos muito distantes que me custariam muito tempo para deslocamento e que, consequentemente, exigissem um gasto maior com transporte. À medida que se ganha experiência, fica mais fácil escolher cidades mais complexas e maiores e a coragem para se aventurar em lugares inusitados cresce muito. Mas para uma solo traveler de primeira viagem acho importante levar e conta esse detalhe, como se está sozinho durante grande parte do tempo, a chance de acontecerem imprevistos se você precisar se deslocar muito para lugares distantes é maior. Nova York é uma cidade relativamente pequena para os padrões brasileiros, não é preciso se deslocar muito para chegar aos pontos turísticos dependendo do lugar em que você se hospedar. Grande parte dos roteiros é facilmente feita a pé mesmo e existem estações do metrô em todos os cantos da cidade.

PREÇO DAS PASSAGENS

Esse é um ponto importante, né? O que não falta é vontade de viajar, mas o alto preço das passagens aéreas faz com que muita gente desista. Nem todo mundo pode planejar uma viagem com meses de antecedência, certo? Apesar de ser o mais recomendado (planeje, planeje, planeje sempre) nem sempre é possível, a oportunidade de viajar pode surgir de repente, como no meu caso. Surgiu a oportunidade de viajar vinte dias antes da minha data de embarque, não tinha como planejar por meses a fio. Consegui comprar minha passagem duas semanas antes da minha viagem porque as companhias aéreas americanas estavam com promoções fantásticas. Com essa confusão (ou crise) econômica que estamos vivendo no Brasil, pouquíssimas pessoas estão viajando para fora do país e as companhias aéreas sentem isso, principalmente se o destino for um país muito escolhido por turistas brasileiros como é o caso dos Estados Unidos. Acompanhei as notícias e a oferta de promoções de algumas das principais companhias aéreas americanas e consegui um preço muito bom mesmo em cima da hora. Está querendo muito viajar? Pesquise sobre as companhias aéreas dos lugares nos quais você quer visitar, faça consultas com agências de viagem e dê uma olhada em sites como decolar.com que atualizam constantemente suas promoções e ofertas. Pesquisa é essencial.

PREÇO DE HOTÉIS NO CENTRO
 
Nem todas as cidades oferecem hotéis bons e baratos perto dos principais pontos turísticos ou em localizações boas para bater perna. Normalmente os preços dos hotéis bem localizados são muito altos e não compensa se você não tem uma pessoa para dividir o quarto. Apesar de não ser uma cidade barata (o custo de vida é bem alto), escolhi Nova York porque encontrei várias ofertas de hotéis em Manhattan com preços não tão exorbitantes. Ninguém precisa ficar em um hotel 5 estrelas se o objetivo é só usar o quarto para dormir e tomar banho, certo? Poderia ter ficado em bairros mais afastados do centro como o Brooklyn (não é mais perigoso apesar da fama que tem) e economizado bastante, mas por estar indo sozinha pela primeira vez, decidimos que seria melhor pagar um pouco a mais pela comodidade da ótima localização. O hotel não era dos melhores mas era exatamente o que eu estava procurando.  Muitas cidades oferecem mais alternativas de hospedagem. Nova York tem opções de hotéis, hostels, albergues, apartamentos para todos os gostos e bolsos, isso pesou muito na escolha. É possível economizar bastante, só é preciso, como sempre, pesquisar.

ROTEIRO PARA SOLO TRAVELER
 
Esse é um detalhe essencial. Quem viaja sozinho, na maioria das vezes, quer conhecer pessoas, ter opções de lugares para ir e coisas para fazer que não exijam uma companhia. Não iria adiantar nada, no meu caso, escolher um destino em que eu não tivesse nada para fazer. Nem preciso explicar por que Nova York se encaixou perfeitamente nos meus planos, né? O que não falta é opção de roteiros em um lugar conhecido como a capital cultural do mundo. Escolher um lugar que ofereça programas para solo travelers é importante se o seu objetivo não é viajar só para descansar e se desconectar do mundo, aí é outra história. Sabia que não iria me sentir sozinha, mas queria ter a certeza de que escolheria uma cidade que não me permitisse pensar de outra forma em nenhum momento. Barcelona também é uma cidade muito recomendada para solo trevelers justamente por ser conhecida por sua boemia e variedade de programas.

SEGURANÇA

Talvez esse seja o ponto mais importante de todos. Quem viaja sozinho, principalmente se for mulher, tem que levar a segurança em consideração. Durante as minhas pesquisas li relatos de mulheres que viajaram sozinhas para cidades do Oriente Médio e não tiveram muitos problemas porque não bobearam com a segurança e com os costumes locais, mas ainda assim sempre aparecia um ou outro relato desagradável. Imprevistos podem acontecer em qualquer lugar do mundo e não custa se precaver. Pesquisar sobre a segurança, estatísticas e costumes do destino visado é importantíssimo. Nova York sempre teve fama de ser uma cidade violenta, quem gosta de assistir a programas policias sabe muito bem qual o palco da maioria dos episódios. Ouvi mais de uma pessoa falar que eu precisava tomar cuidado porque ocorrem muitos homicídios por lá. A verdade é que não é bem assim. Pouca gente sabe, mas Nova York é a cidade mais segura dos Estados Unidos e pude comprovar isso. É possível encontrar viaturas policiais em todo canto, grandes áreas com câmeras de segurança e até de madrugada Manhattan é uma região muito tranquila. Mas nem por isso se pode baixar a guarda e andar de qualquer maneira. Poderia falar muito a respeito desse tópico mas o mais importante é: quando se viaja sozinho é preciso se informar a respeito da segurança do destino e, mesmo que seja um lugar relativamente seguro, não se pode andar desatento e dar brechas para que ocorram imprevistos. Você anda em ruas escuras sozinho de madrugada na sua cidade? Você deixa seus pertences fora da sua vista na sua rua? Por que fazer essas coisas em outro lugar?

INTERESSE NO DESTINO

De que adianta escolher um destino que se encaixe em todos os itens acima se ele não for do seu interesse? A viagem que deveria ser inesquecível vai se tornar chata, irritante e você não vai aproveitar nada como deveria. Eu já era encantada com Nova York antes de embarcar, então me apaixonar pela cidade foi muito fácil e natural. Poderia falar muito a respeito desse item e de como eu amei a cidade, mas o resumo da ópera é: escolha um destino que te interesse, mesmo que seja um país ou cidade que ninguém mais parece se empolgar a respeito. A viagem é sua, e apenas sua, faça com que ela seja inesquecível do seu jeito <3

Um beijo para todas as mulheres corajosas e independentes que me inspiraram a realizar esse sonho e um beijo maior ainda para aquelas que ainda estão se descobrindo e que ainda farão coisas incríveis <3

E aí? Você já viajou sozinha ou ficou morrendo de vontade de fazer o mesmo? Me conta o que você pensa a respeito aqui nos comentários, vou adorar saber ;)

*Para fins de direitos autorais, declaro que as imagens utilizadas neste post não pertencem ao blog. Qualquer problema ou reclamação quanto aos direitos de imagem podem ser feitas diretamente com nosso contato. Atenderemos prontamente. Fonte: Pinterest.

You Might Also Like

11 comentários

  1. Acho que meu maior medo de viajar sozinha é encarar o avião porque morro de medo de altura :S Quero muito fazer uma viajem mais longo e solo esse ano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não tenho medo de altura, mas tenho certo medo de andar de avião, então já viu a complicação, né? KKKKK Mas pra tudo damos um jeito <3

      Excluir
  2. Tenho muita vontade de viajar, e como não tenho muitos amigos, provavelmente viajarei sozinha, o que só fiz até agora dentro do país, e amei. Dá uma.sensação de liberdade q deve ser bem maior em.viagens p o exterior.
    Atualmente não tenho condiçoes de viajar p fora, mas não desisto de meus sonhos e amo ler posts c essa temática :)

    Meu blog, caso queira conhecer:
    www.umavidaemandamento.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra dentro do país ainda não viajei sozinha, mas tenho muita vontade. Realmente, viajar pra fora sozinha é uma sensação incrível. Nunca me senti tão livre e dona de mim mesma como nos dias em que fiquei por minha conta. Não desista dos seus sonhos mesmo, você nunca sabe quando vai surgir a oportunidade de mudar a sua vida <3

      Excluir
  3. Eu tenho quase tudo que preciso pra viajar. A última coisa é dinheiro ��
    Esse ano irei trabalhar duro para paar minha tão sonhada viagem à Londres. Meu sonho de infância até ��

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com muito planejamento e economia a gente consegue, pode até demorar um pouquinho, mas acredito que tem tudo pra dar certo. Espero de verdade que consiga juntar dinheiro e que realize seu sonho <3

      Excluir
  4. Eu quero muuuito poder viajar sozinha um dia, sinto que seria uma experiência ainda mais incrível, me conheceria de uma forma tão boa <3 Sem contar que sempre que eu viajo é com meus dois amigos, e apesar de sermos muito próximos sempre rola algo que eu fico pensando ''se tivesse sozinha, não precisaria passar por isso'' mas daí acabo me sacrificando pelo grupo. Provavelmente escolheria um destino internacional pela maior segurança ^^
    Adorei o post, super explicadinho e deve ter despertado o interesse em muita gente *o*
    Beijo!

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viajar com amigos é MUITO bom também! Vou viajar com uma prima pra NY daqui a algumas semanas e tenho certeza de que vai ser incrível <3 Espero que consiga viajar sozinha logo logo pra trocar experiências comigo, vou adorar! Muito obrigada pelos elogios, amo seu blog, cê sabe <3

      Excluir
  5. Viajar sozinha é uma das melhores coisas!
    Óbvio que todos os detalhes como foi exposto no post devem ser mensurados,mas no final, se organizar tudo certinho, ocorre bem.

    Poesia em Transe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, pra viajar sozinha é preciso certo planejamento. Se tiver o dinheiro guardado, a vontade transbordando e a organização em dia, não tem erro.

      Excluir
  6. Nossa como você é corajosa rs ! Meu sonho é conhecer NY sou apaixonada por essa cithy , já viajei sozinha varias vezes por conta do meu trabalho para outros estados a 1 vez sempre da aquela insegurança né ? mais acho que não teria coragem de viajar pra fora do país sozinha ´penso logo quem vai tirar minhas fotos '? rs adorei o post e li todos os outros da viagem ...adorei o blog tbm ! beijos beijos
    www.cheiadeinvencao.com

    ResponderExcluir

recent posts

Like us on Facebook

Twitter