Resenha: Tá todo mundo mal – Jout Jout

12:46


            Que eu sou fã da Jout Jout acho que está todo mundo cansado de saber. Seja pelo meu twitter, pelas indicações aqui no blog ou em conversas cotidianas, sempre menciono uma das youtubers mais queridas da internet brasileira. Quando ela anunciou – de forma brilhante diga-se de passagem – seu primeiro livro, fiquei muito curiosa para saber um pouquinho mais daquela que parece ser a melhor companhia de todas para se conversar. E o resultado foi maravilhoso. 

“Do alto de seus 25 anos, Julia Tolezano, mais conhecida como Jout Jout, já passou por todo tipo de crise. De achar que seus peitos eram pequenos demais a não saber que carreira seguir. Em tá todo mundo mal, ela reuniu as suas "melhores" angústias em textos tão divertidos e inspirados quanto os vídeos de seu canal no YouTube, "Jout Jout, Prazer".
Família, aparência, inseguranças, relacionamentos amorosos, trabalho, onde morar e o que fazer com os sushis que sobraram no prato são algumas das questões que ela levanta. Além de nos identificarmos, Jout Jout sabe como nos fazer sentir melhor, pois nada como ouvir sobre crises alheias para aliviar as nossas próprias!”

            Tá todo mundo mal é aquele livro amigo. Sabe quando você precisa de alguém para conversar e compartilhar um pouco suas paranoias diárias? Jout Jout passa a sensação – assim como nos seus vídeos – de que estamos sentados cara a cara com ela numa mesa de bar refletindo sobre a vida e nossas pseudo loucuras. Em suas páginas vemos os lados reflexivos, engraçados e cativantes da Jout Jout que todo mundo já conhece um pouco e adora. 

            O livro conta, em várias crônicas pequenininhas, alguns pensamentos que passam pela cabeça de Jout Jout e acabam se transformando em crises momentâneas ou densas, dependendo do assunto. São crises que vão desde aquela indecisão sobre ficar em casa de moletom ou se arrumar para ir a uma festa até aquelas decisões importantes sobre faculdade e carreira. É impossível não se identificar com pelo menos dez crises mencionadas no livro.


            Quem já conhece a Jout Jout vai se encantar ainda mais pelo livro. Parece que cada crônica é um vídeo, podemos quase ouvir sua voz na nossa mente a medida em que vamos passando os olhos pelas frases. Jamais falta aquele humor típico da Jout Jout e seu jeito espontâneo e único de ver a vida está presente em cada página.
            O livro é uma delícia de ler. Curtinho, de uma simplicidade encantadora, divertidíssimo, nostálgico e reflexivo. Jout Jout nos faz relembrar momentos marcantes da nossa infância como aquelas paixões avassaladoras que todo pré-adolescente tem certeza que tem, aquelas amizades puras e inocentemente competitivas. Pude me ver em cada frase sobre seu dilema para com a faculdade e o “curso certo”, me identifiquei com todas as suas crises constantes no que diz respeito às escolhas que todos acreditam que temos que fazer e sobre nunca se sentir verdadeiramente satisfeita com o jeito como as coisas acontecem.
Tá todo mundo mal é um dos livros mais verdadeiros e humanos que li nos últimos tempos.
            Como fã da Jout Jout, só esperava que seu livro fosse um pouco mais diferente daquilo que já estou acostumada a ver nos seus vídeos. Gostaria de conhecer um lado a mais de uma mulher que me acolhe inconscientemente.
Tá todo mundo mal é um livro que descreve perfeitamente a cabeça de muitos jovens que ainda estão aprendendo a lidar com esse novo jeito adulto de ser enquanto descobrem um jeito de viver a vida da maneira que lhes parece certa.  É um livro pra se ler de uma vez e em qualquer lugar. Gostaria muito de ter passado mais tempo lendo, queria ler cada crônica num dia, reler e voltar as páginas de acordo com o meu humor. Mas a leitura é tão tranquila que é praticamente impossível não devorar o livro inteiro de uma vez. Para se ler em casa no aconchego do sofá, no intervalo das aulas, no almoço do trabalho, em alguma fila qualquer, no ônibus ou no metrô, aonde quer que sua mente efervescente sinta a necessidade de encontrar outra cabeça meio louca meio normal. 


AS MELHORES CRISES

• A crise da paixão desagradável (p.46)
• A crise da aversão à estética (p.49)
• A crise constante que era ter um tamagotchi (p.62)
• A crise da poeira desnecessária (p.69)
• A crise da ausência de talentos (p.72)
• A crise do escritório (p.79)
• A crise do medo da possibilidade de um estupro (p.90)
• A crise da crise que eu não sabia que estava ali (p.95)
• A crise de “o que aconteceu com o gato de Maria Cláudia?” (p.119)
• A crise de ao saber lidar com a morte (p. 170)
• A crise de ficar no chinelo (p.189)

Tá todo mundo mal foi escrito por Jout Jout e publicado pela editora Companhia das Letras.


            Classificação: 5/5 estrelas.

“Escrever tinha virado uma grande crise, mas também me ajudou a entender o quanto, às vezes, é preciso ter uma crise ou outra para saber como sair delas. (...) Sem crises, parece que você não se transforma. E, se você não muda, você para.”

Gostou da resenha? Já leu o livro ou ficou com vontade de ler? Então não esqueça de deixar uma curtida ou um comentário ;)

You Might Also Like

10 comentários

  1. Com essa resenha fiquei com ainda mais vontade de ler hahaha
    Pode me informar o preço do livro?
    Beijão
    querosermiranda.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Fico feliz, Rayanne, espero que leia <3
    Olha, costumo comprar livros quase sempre na Saraiva, e no sites deles o preço do livro é 23,90 e do livro digital 16,92.

    ResponderExcluir
  3. Quero muito esse livro! Amei a Resenha viu


    https://sindromedoluxo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Esse livro é muito bom <3 É um amorzinho feito a Jout Jout!
    Bjs e sucesso com o blog!
    https://escritorawhovian.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. estou com muita vontade de ler, eu me deparei com esse livro domingo e quase gritei dentro da livraria, kkk, eu ia compra-lo mas achei melhor não, porque ou eu comprava ele ou eu comia(e eu estava com muita fome, rs) mas vou comprar em breve. e quero muito ir na bienal no dia que ela vai estar.
    madrugadaestrelada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compra lá na bienal e pega o autógrafo dela, ela é um amorzinho de pessoa <3

      Excluir
  6. Laura do céu!! Que resenha maravilhosa.
    A minha vontade de ler esse livro, só aumentou. Eu tava querendo ler, mas do nada, acabei ficando desanimada, sabe? Só que agora, to louca pra ler!
    Já tá na minha listinha certo <3

    Beijos || Quebrar o Silêncio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Amanda! Quanto tempo não te vejo aqui :( Espero que leia mesmo, é muito gostosinho, sério. Me conta k que achou se decidir ler mesmo <3

      Excluir

recent posts

Like us on Facebook

Twitter