Crítica (Sem Spoilers): Nerve – Um jogo sem regras

12:03


Nerve era um mistério para mim. Antes de assistir ao filme, não sabia praticamente nada sobre a história. Fazia um bom tempo que eu tinha assistido ao trailer e acabei me esquecendo do enredo. Não criei nenhuma expectativa para o filme e me surpreendi de uma forma muito positiva.

“A tímida Vee DeMarco (Emma Roberts) é uma garota comum, prestes a sair do ensino médio e sonhando em ir para a faculdade. Após uma discussão com sua até então amiga Sydney (Emily Meade), ela resolve provar que tem atitude e decide se inscrever no Nerve, um jogo online onde as pessoas precisam executar tarefas ordenadas pelos próprios participantes. O Nerve é dividido entre observadores e jogadores, sendo que os primeiros decidem as tarefas a serem realizadas e os demais as executam (ou não). Logo em seu primeiro desafio Vee conhece Ian (Dave Franco), um jogador de passado obscuro. Juntos, eles logo caem nas graças dos observadores, que passam a enviar cada vez mais tarefas para o casal em potencial.”

O filme já vai direto ao ponto, não existe muita enrolação para explicar o que é o jogo, como ele funciona, até porque é bem intuitivo. O roteiro também não faz muitas introduções a respeito dos personagens, apenas o básico para entender suas motivações e personalidades. Os personagens também são bem diferentes entre si e funcionam bem juntos. A química entre Emma Roberts e Dave Franco é muito boa, foi um dos pontos altos do filme. 
Achei a história bem diferente do que estou acostumada a ver. É uma abordagem interessante a respeito de como um aplicativo/site pode se tornar um fenômeno tão rapidamente e influenciar os jovens de forma tão avassaladora. O filme também dá um toque sobre a falta de privacidade causada pela exposição pessoal e ingênua na internet e critica uma característica dos jovens de hoje de procurarem validação dos outros acima da própria segurança e bem estar, não só por causa do dinheiro (que é a razão principal da adesão ao aplicativo). Claro que é uma crítica exagerada e muito extrema, mas ainda assim é uma reflexão válida.
A resolução do filme não foi rápida nem lenta, o que geralmente me incomoda. A história se encaixou bem, de uma forma razoavelmente boa. Ficou bem redondinho e ainda abre espaço para uma possível continuação. É preciso não procurar muitos defeitos de realidade (que não são muitos) e abraçar a história. É um filme de aventura diferente e divertido.
Nerve começa de uma forma mais tranquila, divertida e bem teen. Com o passar do tempo e do avanço dos personagens no jogo, ele se torna cada vez mais tenso, perigoso e misterioso. É um filme divertido e bem feito, bem elaborado. Entrega exatamente o que promete o trailer sem estragar a história, isso hoje em dia é uma raridade muito bem vinda. Não é um filme sensacional, mas vale a pena a ida aos cinemas, me divertiu bastante e não vi o tempo passar.

País: EUA
Classificação: 12 anos
Estreia: 25 de Agosto de 2016
Duração: 96 min.
Direção: Ariel Schulman, Henry Joost
Elenco: Emma Roberts, Juliette Lewis, Dave Franco



*Para fins de direitos autorais, declaro que as imagens utilizadas neste post não pertencem ao blog. Qualquer problema ou reclamação quanto aos direitos de imagem podem ser feitas diretamente com nosso contato. Atenderemos prontamente. Fonte: Google imagens.

Ficou com vontade de assistir o filme ou gostou da resenha? Então corre para os cinemas e não se esqueça de me contar o que achou. Já assistiu o filme? Não deixe de compartilhar a sua opinião aqui em baixo!

You Might Also Like

2 comentários

  1. Estamos curiosas para assistir, gostamos muito da sua resenha ♥
    Beijos
    Vou Arrasar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada! Espero que gostem do filme <3

      Excluir

recent posts

Like us on Facebook

Twitter