Resenha: Os encontros – Coleção “Como Lidar”

08:24


Quando fiquei sabendo a respeito da coleção Como Lidar, fiquei muito curiosa a respeito da proposta. Livros pequenos com uma temática voltada para resolver alguns dos problemas da vida adulta? Não poderia pedir por mais nada. Entretanto, uma proposta tão incrível se perde em meio a uma objetividade desnecessária.
“Guias simples e ultradidáticos para a criança que existe em você aprender a lidar com as grandes questões da vida adulta.
Quem nunca se pegou lembrando com saudades dos tempos de criança? Sem entrevistas de emprego, contas a pagar, rótulos, pressão social, problemas com a aparência, com os relacionamentos... A lista é imensa. E talvez os objetos que melhor resumam essa simplicidade da infância sejam os livros infantis. Porque, antes de haver o Google, era nos livros que as crianças aprendiam sobre a vida. Volumes pequenos, de frases curtas, belamente ilustrados, que continham em suas páginas os mais ricos ensinamentos. Das letras do bê-a-bá a o que faz um astronauta, estava tudo ali.
Porém, aos que pensam que esses tesouros da infância se foram para sempre, às almas desoladas que seguem buscando respostas para a loucura que é a maioridade, fica a boa notícia: não, você não precisa mais caminhar sozinho. A seu lado, tenha à mão a Coleção Como Lidar.
Explicando desde questões clássicas da vida adulta (Os encontros, A ressaca) até as mais incompreendidas tendências (O hipster), incluindo volumes especialmente didáticos chamados “Manual do usuário” (Manual do usuário – O marido, Manual do usuário – A esposa), a Coleção Como Lidar ironiza os percalços da maturidade, seus estereótipos e absurdos, com muito sarcasmo e sem pena. Imagens e textos não poderiam ser mais apropriados para colocar — ou tirar de vez — você do eixo. Porque, convenhamos: a vida adulta não precisa ser tão adulta assim.”

Os encontros é um livrinho muito bem humorado, com uma linguagem informal, atual e jovem. São apenas 52 páginas dividas entre ilustrações e textos curtos. Cada página do livro é a exemplificação de uma situação vivida na vida adulta no que diz respeito, é claro, aos encontros. Seja na primeira saída de um homem e uma mulher para um bar juntos, no primeiro jantar de um casal homossexual. Faz pequenos recortes de realidade de pessoas avulsas que se encaixam em estereótipos de forma que seja mais fácil para o leitor se identificar com o que é dito.
 


As ilustrações são, sem dúvidas, o ponto alto do pequeno guia. Parecem quadros antigos, o desenho mais parece uma pintura do que uma ilustração de livro. E cada um dos textos é retratado na imagem da página ao lado, um completando o outro. Os textos são engraçadinhos e geram uma quebra de expectativa apelando algumas vezes para o humor ao final de cada página. Os autores fazem uso de ironias não apenas para contribuir para essa quebra de expectativa, mas para fazer críticas bem humoradas a respeito de determinada situação ou comportamento. Um exemplo é um encontro em que ambos não conseguem desgrudar do celular ou parar de pensar no que irão postar nas redes sociais a respeito daquele encontro.
Achei que o livro seguiria o mesmo estilo de Como não ser um babaca, também publicado pela Intrínseca. Ao contrário do livro citado, Os encontros não é um guia, não oferece dicas. Em contramão ao próprio título da coleção, o livro não dá dicas, não faz reflexões aprofundadas a respeito de determinado assunto. Não ensina como lidar, apenas exemplifica situações e acaba por aí. É, na verdade, uma narrativa bem rasa. Os encontros “joga no ar” algumas situações de forma humorada, crítica e irônica, mas não se preocupa em trabalhá-las. 
Talvez o livro não faça muito sentido ao ser lido isolado, posso ter pecado aí. As ilustrações são lindas, muito bem feitas e a proposta é excelente, muito descontraída e criativa, só gostaria de ter lido algo mais trabalhado. Os autores poderiam ter explorado mais um tema tão pontual de forma mais didática. Acredito que a proposta dos autores ao escrever apenas 52 páginas era de apresentar situações isoladas que tenham algo em comum. Acredito que tenha sido uma proposta diferente do que é visto no mercado editorial, pena que a impressão é a de que é um livro sem propósito. Não me conquistou da forma como eu esperava e, infelizmente, não correspondeu às minhas expectativas.

Os encontros faz parte da coleção Como Lidar publicado pela editora Intrínseca.
            Classificação: 2/5 estrelas.
“Este agradável livro é parte da Coleção Como Lidar idealizada especialmente para ajudar os adultos a enfrentar o mundo que os cerca.
Como nos outros volumes da coleção, a escrita franca e abrangente deste livro, a escolha cuidadosa das palavras, o recurso das repetições e a atenta combinação entre texto e imagens permitem ao adulto a sensação de estar aprendendo a administrar sua vida. A temática é de grande interesse para os adultos.”
Gostou da resenha?Já leu o livro ou ficou com vontade de ler? Então não esqueça de deixar uma curtida ou um comentário ;)

You Might Also Like

4 comentários

  1. Adorei!!!! É muito legal essa temática e eu fiquei bem interessada. Chama mesmo a atenção. Vou salvar a página pra procurar depois <3

    xox
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
  2. Oi Lau,

    Fiquei bem interessada nesse livro, acho que a premissa é muito boa e faz tempo que não leio algo do tipo. Adorei a dica. <3

    beijos!

    www.anneandcia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ane <3

      Fico muito feliz pela sua visita e por ter gostado da dica, espero que valha a pena <3

      Excluir

recent posts

Like us on Facebook

Twitter