Aconteceu naquele verão: O sol da minha infância

07:46

Quando criança, sempre adorei o verão. Para mim, a melhor época do ano deveria acontecer em três datas diferentes se isso significasse passar uma temporada no interior com minha família.
Tento me focar em uma história específica, mas é simplesmente impossível. Digo com bastante orgulho que tive uma infância maravilhosa e muito disso deve-se às férias passadas no interior com a família. Ainda me lembro de tudo quando, anos depois, passo em lugares que marcaram meus dias de verão.
Minha avó sempre foi uma pessoa incrível que procurou se fazer presente na vida dos netos. Lembro que ficava ansiosa para minhas longas férias de fim de ano. Não importava o dia, ela sempre inventava algum programa sensacional. Já no começo da manhã ela colocava todos os netos dentro do seu carro e passeava pela cidade. Quando ela precisava resolver assuntos fora de casa, fazer compras, visitar pessoas ou simplesmente andar por aí, ela sempre procurava nossa companhia.
Um dos seus lugares favoritos era um pequeno parque que guardava tratores antigos. Sentada no carro ou em algum banco, ela nos observava pular de máquina em máquina. Inventávamos cenários, enredos, personagens e falas. Um palco particular para nossa fantasia fértil. Até hoje não sei a história do lugar e, honestamente, não sei se quero descobrir. Acho que algumas coisas ficam melhores quando são mantidas em segredo, quando preservam sua magia própria.
Quando minha avó não inventava algo incrível para fazer, a gente se virava. Não me lembro de um dia sequer em que eu e meus primos ficássemos entediados. Todo dia era uma página em branco pronta para ser colorida da forma mais bagunçada e especial do mundo.
Acho que se precisasse eleger um lugar para nomear como palco principal dos meus verões de menina, diria que a horta da minha avó ganharia o título. Hoje o terreiro um pouco abandonado e esquecido não parece lá grandes coisas, mas há alguns anos… Até hoje quando volto a subir aqueles poucos degraus tenho certeza de que tudo ali encolheu. Tudo costumava ser tão grande!
O galinheiro barulhento e cheio de vida ficava escondido atrás de uma das maiores jabuticabeiras que já vi. Em qualquer hora do dia, se você se aventurasse pela horta da minha avó, escutaria os gritos animados dos primos e, com certeza, ficaria preocupado com a altura que consumávamos escalar aqueles troncos claros e salpicados de bolinhas negras.
Foram noites intermináveis procurando os melhores gravetos e toras de madeira para fazer uma fogueira mágica na horta. Se eu fechar os olhos e me esforçar, ainda posso sentir o cheiro do marshmallow queimado e, convenhamos, de gosto pouco agradável. Consigo quase enxergar os feitiços e poções mágicas que adorávamos inventar com misturas de folhas e o que quer que encontrássemos no caminho. Hoje tanta coisa não está mais no lugar. Ah! O tão querido pé de manga só deixou como lembrança um tronco lenhado que nos observa quase melancólico cada vez que espiamos pelo muro da horta.
De alguma forma, o sol que brilha nos meus verões atuais não parece tão acolhedor como era antes. Sei que sua luz continua a mesma, mas a pessoa que a recebe não está mais tão presente assim.

Nostálgica como sou, ainda me perco em devaneios ao mesmo tempo em que me perco naqueles lugares ensolarados. De vez em quando, quando volto àqueles mesmos lugares e me permito sonhar por alguns instantes, pergunto ao sol se ele ilumina essa época da mesma forma que brilhou sobre meus anos de criança. Quando ele bem-humorado me responde que sim, quase sinto um beijo na testa de um passado que sempre var ser meio presente.


E você? Já teve algum verão marcante? Já aconteceu algo inesquecível no seu verão? Não deixe de me contar nos comentários <3
RECADO MAIS QUE ESPECIAL: Do dia 06/02 até 10/02 a Intrínseca está promovendo a semana do livro Aconteceu naquele verão e o Nostalgia Cinza vai participar. O que isso significa? Que durante essa semana vai ter post todos os dias no blog! Cada dia vai ao ar um post diferente com a temática do livro e/ou do verão. É a primeira vez que decido participar de uma semana assim e estou ansiosa. Pretendo fazer de 2017 um ano incrível para o Nostalgia Cinza e um desafio divertido e inusitado pra mim parece ser uma boa forma de provar isso. Não vou contar sobre o que serão os posts, mas prometo tentar fazê-los divertidos, leves e revigorantes como o verão. Hoje escrevi uma crônica sobre minha saudade dos meus verões, qual será o próximo post? Espero te ver aqui de novo amanhã ;)

*Para fins de direitos autorais, declaro que as imagens utilizadas neste post não pertencem ao blog. Qualquer problema ou reclamação quanto aos direitos de imagem podem ser feitas diretamente com nosso contato. Atenderemos prontamente. Foto: thelittlehermitage.

You Might Also Like

0 comentários

recent posts

Like us on Facebook

Twitter