Resenha: Nada mais a perder

09:52


Desde o ano passado venho me encantando cada vez mais pelas histórias da escritora Jojo Moyes. Com uma escrita cativante, personagens incríveis e enredos apaixonantes, é uma autora que rapidamente se tornou uma das favoritas da minha estante. Nada mais a perder me chamou a atenção pela temática sensível e, com muito prazer, fui mergulhar em mais uma história de Jojo Moyes.
Na juventude, Henri Lachapelle foi um cavaleiro de raro talento, entre os poucos admitidos na academia de elite do hipismo francês, o Le Cadre Noir. Contudo, reviravoltas da vida o levaram da França a Londres, onde ele agora vive em um simples conjunto habitacional. Sem nunca abandonar o amor pela antiga carreira, aos trancos e barrancos Henri ensina a neta, Sarah, a montar o cavalo Boo, na esperança de que o talento da dupla seja o passaporte para uma vida melhor e mais digna para todos. Mas um grande golpe muda mais uma vez os planos de Henri Lachapelle, e Sarah se vê entregue à própria sorte, lutando para, além de sobreviver, cuidar de Boo e manter os treinamentos.

Natasha é uma advogada especializada em representar crianças e adolescentes envolvidos com crimes ou em situação de risco. Abalada emocionalmente e em dúvidas quanto a seu futuro profissional depois de um caso terrível, Natasha ainda tem de lidar com as feridas do fim de seu casamento. Um fim, diga-se de passagem, bem inusitado, já que ela se vê forçada a morar com o charmoso futuro ex-marido enquanto esperam a venda da casa da família.

Quando Sarah cruza o caminho de Natasha, a advogada vê na menina a oportunidade de colocar a vida de volta nos trilhos e decide abrigar a adolescente sob o próprio teto. O que ela não sabe é que Sarah guarda um grande segredo que lhes trará sérias consequências."


FICHA TÉCNICA

Título: Nada mais a perder

Autora: Jojo Moyes

Ano: 2016

Páginas: 396

Idioma: Português

Editora: Intrínseca

Nota: 4/5


CompreAmazon / Saraiva





Nada a perder é um livro com personagens fortes, principalmente as duas protagonistas: Sarah e Natasha. Apesar da diferença de idade, ambas têm personalidades explosivas e precisam crescer com os obstáculos que a vida coloca em seus caminhos. Sarah precisa aprender a lidar de forma madura com as dificuldades que surgem inesperadamente e, além de superar sua introspectividade repentina, precisa encontrar uma forma de lidar com a reviravolta inimaginável que abalou sua vida. Já Natasha precisa equilibrar sua vida pessoal e profissional e aprender a lidar com sentimentos que, mesmo indesejados, estão constantemente à espreita.
Confesso que demorei um pouco para entrar no ritmo do livro. Enquanto outras histórias de Jojo Moyes me cativaram desde a primeira página, Nada a perder precisou preparar melhor o terreno até que o ritmo começasse a acelerar. Não que o começo da história seja monótona ou irrelevante, Jojo Moyes cria bases sólidas para apresentar seus personagens e constrói bem o enredo desde o começo. Apenas os acontecimentos iniciais se desenvolvem mais lentamente.
A paixão de Sarah por seu cavalo Boo me tocou profundamente. Desde cedo a menina aprendeu a amar esse animal incrível e desenvolveu uma amizade e um carinho que dão sentido à sua vida. Além de se sentir deslocada e diferente em relação aos jovens de sua idade, Boo é uma luz em meio a tantas perdas. A relação de Sarah e Boo é o que sustenta a história e todos os acontecimentos giram em torno dessa amizade. Todos os desdobramentos que movimentam o enredo são causados pelas atividades de Sarah em relação ao seu cavalo.

Eles estavam a centímetros de distância da escada, nenhum dos dois capaz de se mexer. Mac sabia que devia descer, mas não conseguia erguer o pé. Ele sentiu um perfume, um aroma que já não reconhecia mais como de Natasha. Viu a mão dela, ainda agarrada ao corrimão em busca de um apoio sem o qual não conseguia se firmar.


O que mais me encanta na escrita de Jojo Moyes é a forma como ela não deixa nenhuma ponta solta. Cada mísero detalhe descrito em suas narrativas contribui de alguma forma para um todo bem maior. Uma pequena fala, uma percepção momentânea, acaba voltando à tona no desfecho do livro para fechar a história uma forma impecável. Além disso, ela trabalha perfeitamente com histórias independentes que, ao longo da narrativa, se conectam de alguma forma.
Jojo Moyes tem a capacidade de escrever histórias perfeitamente críveis. Não só fica claro que existe uma pesquisa prévia por trás de cada página, como sua sensibilidade é quase palpável e acrescenta um aspecto humano maravilhoso.

O rosto de Sarah era uma máscara de concentração, o esforço se revelava nas sombras em volta dos olhos, na tensão do maxilar. Natasha observou os movimentos minúsculos dos calcanhares da menina, as pequeninas mensagens enviadas pelas rédeas. Via o cavalo escutando, aceitando, obedecendo apesar do cansaço, e compreendeu que, embora não entendesse nada de cavalos, aquilo a que assistia era belo, algo que só podia ser alcançado por meio de anos de disciplina incansável e trabalho infinito.

Nada a perder é um livro muito especial para a autora. Nos agradecimentos Jojo Moyes conta que passou sua adolescência em estábulos urbanos espalhados pelas ruas vicinais de Londres. Ela diz que os cavalos foram responsáveis por mantê-la fora de confusões e sua paixão por eles dura trinta anos. A inspiração para escrever a história de Sarah surgiu depois de ler uma matéria sobre uma menina de catorze anos chamada Mecca Harris. Ela conta que, assim como Sarah, a menina buscava nos cavalos um outro modo de vida, mas um fim trágico a impediu de correr atrás de seus sonhos.
Nada a perder é uma homenagem a todas as jovens que buscam nesses animais majestosos e especiais uma forma de mudar de vida, de se conectar com o mundo e explorar seus talentos naturais numa parceria incrível. É uma história tocante e emocionante.
Se você gostou da resenha e quer saber mais sobre as histórias da Jojo Moyes, vem conferir a resenha do livro ONavio das Noivas, meu livro favorito da autora.

Ela ganhara asas. Fez com que o cavalo fosse mais rápido, engolindo em seco, rindo, com lágrimas se acumulando nos cantos dos olhos e escorrendo pelo rosto na horizontal. Ele mordeu o bidão com mais força, esticou o corpo e correu do jeito que os cavalos fazem desde o início dos tempos, por medo, por prazer, pela glõria de fazer aquilo. Ela permitiu. Não importava para onde ia. O coração dela estava acelerado, transbordante. [...] É assim que você vai escapar."


Gostou da resenha? Já leu o livro ou ficou com vontade de ler? Então não esqueça de deixar uma curtida ou um comentário ;)

You Might Also Like

24 comentários

  1. Embora eu morra de medo de cavalos, não me pergunte o motivo rs eu amo e acho super fofo histórias que envolvem cavalos e muito bacana ver que a Jojo trouxe essa essência dela pro livro. ♡ xoxo, Blog B de Bia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É normal, muita gente tem medo, não se preocupe! <3

      Excluir
  2. Oi Laura, tudo bem?

    Eu só li os famosos livros da Jojo: "Como eu era antes de você" e "Depois de você". Tenho outros dois livros da autora na minha estante, mas ainda nao sei uma chance, pois tive uma grande decepção com "A garota que eu deixei para trás", com esse livro a leitura nao fluiu em nada.
    Fiquei feliz por saber que neste livro, a autora conseguiu criar personagens fortes e determinadas, pela sua descrição fiquei bem curiosa. A inclusão de um cavalo é algo mágico para quem gosta de animais, como eu. Sua resenha ficou maravilhosa e despertou minha vontade de ler a obra imediatamente. Parabéns!


    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredita que esses três eu nunca li? Fico muito feliz que tenha gostado da resenha, tomara que dê uma chance ao livro <3

      Excluir
  3. Adorei a resenha!
    Já li Como eu era antes de você e Depois de Você, e acabei me apaixonando totalmente pela escrita dela. Fiquei bastante curioso para ler esse livro, principalmente pelos seus comentários. Espero ter a chance logo!

    Abraço!
    http://lupiliteratus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz que minha resenha tenha despertado a sua curiosidade, espero que dê uma chance ao livro <3

      Excluir
  4. Nossa, o livro parece incrivel, pelo que disse. Achei interessante ter duas protagonistas mulheres e tão diferentes.

    ResponderExcluir
  5. Jojo nunca me decepciona, a escrita dessa mulher é incrível.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Laura, ainda não tinha visto o livro, e estou um pouco atrasada na leitura da autora pois1 toda hora vejo um novo, mas pela sua resenha com certeza vale a pena por na listinha! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente parece que ultimamente sempre está saindo um livro novo dela, mas acho ótimo ahahah Me conta depois o que achou, pode ser? <3

      Excluir
  7. Oi eu tb já li alguns livros da autora mas o meu preferido é o a 'rapariga k vc deixou para trás'recomendo!!!!!

    ResponderExcluir
  8. Sou suspeita para falar porque sou fã dessa mulher, Jojo é maravilhosa demais, gostei muito da sua resenha e das imagens que você usou, o seu blog é muito lindo, amei a sua foto na descrição, está muito plena!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, fico feliz que, além da resenha, tenha gostado das fotos também <3

      Excluir
  9. Que história incrível! Eu me interessei muito pelo livro. O único que li da autora foi o Como eu era antes... E também achei magnífica a forma como Jojo trabalha com as palavras. Os quotes que você separou me lembraram do dom extraordinário que ela possui. Gostei muito da temática! Me lembrou um livro da Nora Roberts que possui uma temática semelhante. Como que você escreve bem, hein, moça? resenha super bem estruturada, bem escrita... Maravilhosa! Amei muita coisa!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredita que ainda não li esse livro? Faz um tempo que não leio um livro da Nora Roberts, também adorava as histórias da autora. Muuuuito obrigada pelo elogio, de verdade, fico muito feliz <3

      Excluir
  10. Amei a resenha <3 ganhei esse livro de aniversário, e estou doida pra ler. Vai ser meu primeiro livro a ler da autora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom! Espero que adore a história e a autora <3

      Excluir
  11. Oiii, tudo bem? Eu só li 2 livros da autora até hoje: Como eu era antes de você e Depois de você. Recentemente adquiri O som do amor e quando vejo resenhas da Jojo só vejo elogios. Por mim teria comprado todos já rs. Adorei a resenha e saber que mais uma vez ela te conquistou. Espero poder descobrir 9s segredos de Sarah. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muita gente está comentando que leu os mais famosos dela e eu não li, acredita? O som do amor é um que estou muito curiosa para ler <3

      Excluir
  12. Olá!
    Já é a terceira vez que vejo esse livro em um blog hoje, acredita? Quer dizer que será mesmo bom, não?
    A verdade é que ando desejosa para ler algum livro da autora, mas não passa disso. Não cheguei ainda a comprar nenhum e cada vez mais sinto que ando a perder, pois toda a gente fala nela!
    Gostei da sua resenha ;) Beijos

    Pseudo Psicologia Barata

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jura? ahaha Pelo visto muita gente está gostando da história da Jojo. Espero que receba o incentivo que falta para mergulhar na história da autora, tenho certeza que vai gostar <3

      Excluir

recent posts

Like us on Facebook

Twitter