Resenha: Viva a Vagina

by - 10:45



Viva a Vagina me pegou de surpresa assim que eu abri a caixinha que chegou dos correios. É um livro diferente de tudo que eu já tinha lido antes: didático, esclarecedor e empoderador no sentido mais incrível de todos. Gosto de chamá-lo de bíblia feminina porque deveria ser uma leitura obrigatória para todas as mulheres! Quer saber por que? Então confira a resenha de Viva a Vagina:

“Você pensou que conhecia seu corpo? Pense de novo! Viva a vagina explica tudo o que você sempre quis saber sobre a vagina, mas não ousou perguntar. Aprenda a verdade sobre orgasmos femininos, a dança dos hormônios menstruais e o que exatamente é a vulva. Este livro também oferece explicações detalhadas para finalmente entender como os diferentes tipos de contraceptivos funcionam no corpo, como é uma vulva “normal” e se o uso de meias pode mudar sua vida sexual. As estudantes de medicina e educadoras sexuais Nina Brochmann e Ellen Støkken Dahl utilizam os conhecimentos médicos para oferecer informações confiáveis e desmistificar o órgão sexual feminino. Com uma abordagem direta e bem humorada, é uma leitura obrigatória para mulheres (e homens!) de todas as idades."








FICHA TÉCNICA 
Título: Viva a Vagina
Autoras: Nina Brochmann, Ellen Stokken Dahl
Ano: 2017
Páginas: 344
Idioma: Português
Editora: Paralela (Companhia das Letras)
Nota: 5/5
Compre: Amazon
Comprando por esse link você ajuda e incentiva o Nostalgia Cinza
LIVRO CEDIDO PELA EDITORA




Viva a Vagina é um livro escrito por duas estudantes de medicina da Noruega e parece que elas estudam o assunto há anos. Abraçando o status de estudantes, como elas mesmas fazem questão de dizer, as autoras se permitiram fazer perguntas muitas vezes consideradas estúpidas e escreveram um livro focado 100% nas mulheres, em seus corpos e, principalmente, nos órgãos genitais. Por que? Porque a grande maioria das mulheres não conhece seu corpo como deveria, por mais que tenha estudado um pouco a respeito. Estamos constantemente rodeadas de pensamentos masculinos e não percebemos o quanto isso afeta o conhecimento do nosso próprio corpo.
As autoras começam o livro fazendo um tour por toda a genitália feminina, apontando e explicando estruturas dos órgãos genitais externos e internos. Pode parecer um assunto batido, mas duvido que você conheça tanto a respeito do hímen ou até mesmo do clitóris como Nina e Ellen demonstram didaticamente.
Vamos lembrar das aulas de biologia da escola? Quanto tempo foi dedicado às explicações sobre o hímen? Pouco, certo? Nina e Ellen dedicam várias páginas a essa estrutura quase esquecida nas aulas de ciências e que tem um papel fundamental no imaginário das pessoas (tanto homens quanto mulheres) além de que, até hoje, pode custar a vida de mulheres no mundo todo. A proposta de Viva a Vagina é ser um guia de amiga para amiga, com explicações extremamente compreensíveis e importantíssimas para as mulheres. Mais do que uma aula de anatomia, Nina e Ellen escreveram um livro empoderador porque incentiva as mulheres e se conhecerem e serem donas de seus corpos, o que pode parecer óbvio para muita gente, mas não é. Elas contam um pouco de história para contextualizar a problematizar determinados temas, apresentam dados e pesquisas em diversas áreas da medicina e mostram como existe muito mais a saber do que imaginávamos. 

“É escandaloso que a profissão médica tenha demonstrado tão pouco interesse numa estrutura que, na pior das hipóteses, pode significar a perda da honra ou da vida para mulheres até hoje. Um agravante ainda maior é o fato de que as informações disponíveis não chegam a quem precise delas. Nesse sentido, temos todas um trabalho importante a fazer. É hora de arregaçar as mangas." p.28 

Pense em um assunto que diz respeito à vagina. TPM? Prevenção? Orgasmo? Sexo? Ciclo menstrual? Aborvente? Depilação? Tudo é mencionado e aprofundado da melhor forma possível para orientar mulheres e, porque não, homens!
Viva a Vagina é realmente um manual completo porque aborda desde a anatomia com explicações de toda a região genital feminina, até doenças sexualmente transmissíveis, os mitos a respeito do uso de métodos anticoncepcionais, o orgasmo feminino e a vida sexual das mulheres. Até assuntos polêmicos como o aborto são abordados de forma explicativa e imparcial. Nina e Ellen, em momento algum tentam impor verdades, muito pelo contrário. O tempo inteiro elas deixam claro que cada mulher sabe o que faz com seu corpo, sabe no que acredito, naquilo que gosta. Elas apenas apresentam fatos, dados e explicações para que cada mulher possa fazer suas escolhas de forma consciente e tendo todas as informações necessárias para tal. 
O livro é recheado de ilustrações engraçadinhas que combinam perfeitamente com a linguagem jovem e informal das autoras. Elas tentam eliminar inseguranças de muitas mulheres, tanto aquelas mais sérias como o contágio de DSTs até tamanhos dos órgãos e libido. Sabe aquelas perguntas que você sempre teve vergonha de fazer? Nina e Ellen respondem com carinho, cuidado e da forma mais clara possível.


As autoras defendem que a mulher que conhece e entende o funcionamento da sua vagina é uma mulher independente e emancipada. Por que? Porque ela está livre de pré-conceitos que são, em sua maioria, masculinos, ela tem domínio de seu próprio prazer, cuida da sua saúde da melhor forma possível e entende os sinais que seu próprio corpo revela a respeito de si mesma. Muito além da questão da saúde física, o livro faz críticas a respeito de máximas que são reproduzidas sem questionamentos ou o mínimo de pesquisa e que acabam contribuindo para diversas inseguranças femininas que atrapalham sua vida sexual, sua autoestima e até mesmo seus relacionamentos.
Um ponto extremamente interessante abordado e criticado pelas autoras é a forma como pesquisas voltadas para a saúde feminina são minoria no mundo da medicina. Isso contribui para a ignorância generalizada a respeito da vagina e da própria mulher como ser humano, e contribui para que mitos e mentiras se espalhem como verdades. Isso inclui assuntos como efeitos colaterais de anticoncepcionais e sexo anal, por exemplo.
Apesar de ser voltado para o público feminino, ter sido escrito por mulheres, sobre mulheres e para mulheres, é um livro que deveria ser lido por todos, sem distinção de gênero. E não apenas para evitar que mulheres do mundo todo sofram com preconceitos, doenças e inseguranças. Já pensou se todos os homens entendessem como funciona o clitóris e soubesse mais sobre zonas erógenas do corpo feminino? É um livro para todos porque, apesar de ser bem crítico em alguns pontos, é um livro explicativo e, acima de tudo, didático. O objetivo é fornecer informações baseadas em fatos, em pesquisas e estudos, e não ser um ensaio sobre uma determinada parcela da sociedade.





















“Está na hora de falar mais alto sobre nossos sofrimentos. Só assim podemos garantir que as pessoas recebam a ajuda necessária. Será que assim a pesquisa na área de doenças femininas também passará a receber mais recursos, contribuindo para a descoberta de bons tratamentos no futuro? A esperança é a última que morre." p.196 


 Viva a Vagina é um livro obrigatório na estante de todas as mulheres, independente de classe e orientação sexual. É um livro acessível para todos os públicos, não importa se você não tem idade para entender na pele alguns dos assuntos abordados como a menopausa, por exemplo, ou se você não teve oportunidade de estudar biologia dessa forma. É uma leitura bem tranquila, fácil de compreender, muito divertida e extremamente esclarecedora. Viva a Vagina é um livro para presentear e se presentear também. Uma das melhores formas de se empoderar é se tornar a verdadeira dona de seu corpo e compreendê-lo como ninguém e, para isso, Viva a Vagina mostra o caminho. Como mulher me senti iluminada, como se alguém finalmente estivesse dando ouvidos a questões tão íntimas que, constantemente, nos tiram um pouco a paz de espírito. Como leitora me senti agraciada com um livro tão bem escrito, bem diagramado e tão diferente de tudo que já li antes.

Caso tenha se interessado, leia um trecho do livro! E se você gostou da resenha e quer conhecer mais um livro incrível escrito por uma mulher, confira a resenha de Wonder Women!

“O mais importante é que aprenda a sentir prazer consigo mesma e seu corpo, do jeito que você é, tanto sozinha quanto com um ou mais parceiros. Nem todo mundo é igual e vai conseguir tudo. No final das contas, o corpo é apenas um corpo, mas é o único que você terá, por isso é muito valioso." p. 274






Quer ficar por dentro de todos os posts do Nostalgia Cinza? Então assine a newsletter! É só colocar seu email, prometo não encher sua caixa de entrada <3

You May Also Like

10 comentários

  1. Chocada que ainda não conhecia esse HINOOOOO!
    Gente, super me interessei. Muito importante ter literatura feita por mulheres para mulheres. GO GIRLSSSS!
    Já entrou pra lista.

    beijo
    http://eu-ludmilla.blogspot.com.br/
    https://www.instagram.com/blogeuludmilla/

    ResponderExcluir
  2. Oi Laura!
    Eu ganhei esse livro no ano passado e desde quando coloquei as mão nele fiquei muito curiosa para efetivar essa leitura.
    Excelente sua resenha, bem detalhada e explicativa do que o livro vai oferecer e quais são seus atributos. Acho que o maior destaque vai para o fato dele ser didático, acredito que é o que mais falta quando se fala e corpo feminino.
    Abraços.
    Blog Impressões de Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha dica: comece a ler Viva a Vagina agora meeeesmo, não vai se arrepender <3

      Excluir
  3. Oi Laura!
    Menina esse livro está aqui na estante e confesso que não estava muito interessada em ler kkkkkk, mas conforme fui acompanhando a sua resenha fui ficando curiosa de verdade! Já tinha até riscado ele da lista de livros para ler, mas vou trazer de volta e me aventurar nesse manual!
    Resenha perfeita e muito influenciável kkk

    Beijokas

    ResponderExcluir
  4. Que indicação fantástica! Sou gay e ouço o desabafo das minhas amigas, é de cortar o coração você ver a forma estúpida como os homens encaram a sexualidade da mulher.Eu percebo pelo relato delas a falta de despreparo e desinteresse deles em conhecer o corpo delas.

    Parabéns pelo post, vou indicar esse livro a elas! :)

    Beto


    www.blogcoisastriviais.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oiee ^^
    Sou doida para ler esse livro! De início eu não fui muito com a cara dele, mas aí fui lendo mais e mais resenhas a respeito, e não pude conter a curiosidade. Parece ser esclarecedor E divertido, e saber que você (também) gostou me deixou ainda mais animada.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  6. Oi.
    Tudo bom?
    Nossa, não conhecia o livro, mas achei super interessante a abordagem que as. Autoras usaram.
    Vou querer ler esse livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. ele fala muito sobre orgasmo ? Nunca tive um e queria saber se ele pode me ajudar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Fala sim! Inclusive fala sobre essa questão de muitas mulheres nunca terem tido um orgasmo, desmistifica um tanto de coisa a respeito disso!

      Excluir