5 livros para se sentir melhor consigo mesmo

by - 14:14


Todo mundo tem aqueles dias em que nada está bem, o mundo parece um pouco mais cinza e ver sentido nas coisas mais banais parece algo impossível. Às vezes a gente precisa se recolher um pouco e refletir sobre o que estamos passando para tentar entender e tentar encontrar uma saída, não é mesmo? Ao longo dos últimos anos fui me deparando com muitos livros incríveis que abordam temáticas mais sensíveis de maneira delicada, empática e certeira.

Decidi reunir alguns dos títulos que mais me marcaram e que me ajudaram a encarar esses momentos com um olhar diferente. Não são livros típicos de autoajuda ou biografias de ídolos. São relatos honestos de pessoas que passaram ou convivem com os mais diversos problemas e aprenderam a lidar com isso de maneiras nada clichês. Alguns desses livros estão na minha lista de livros favoritos e que adoro reler de vez em quando justamente por serem diferentes de tudo que já li.

Confira 5 livros para se presentear e para se sentir melhor consigo mesmo:

ALUCINADAMENTE FELIZ - Confira a resenha. 
Alguns livros aparecem na nossa vida para reconquistar a fé na humanidade e o fazem de uma forma simplesmente encantadora. Alucinadamente feliz foi uma dessas surpresas que definitivamente vão ocupar um lugar mais que especial na minha estante. Jenny Lawson é uma depressiva altamente funcional com transtorno de ansiedade grave, depressão clínica moderada, distúrbio de automutilação brando, transtorno de personalidade esquiva e um ocasional transtorno de despersonalização, além de tricotilomania (que é a compulsão de arrancar os cabelos). Além disso, Jenny também possui vários distúrbios de sono (quase todos, menos o que ela queria, de acordo com a autora), além de sofrer com uma grave artrite. Todos esses problemas são mais do que suficientes para que Jenny passasse por situações bem dolorosas durante sua vida, mas, mesmo assim, ela se mostra uma mulher extremamente forte e decidida a ser feliz acima de tudo que a aflige. É um dos meus livros favoritos pela forma com que Jenny vê e vive sua vida apesar de tudo.  É um livro humano, honesto e incrível.

RAZÕES PARA CONTINUAR VIVO - Confira a resenha.
Tratar de um assunto tão delicado quanto a depressão não é tarefa fácil. Em um mundo cada vez mais preocupado com as aparências, conversar a respeito de distúrbios mentais se torna algo cada vez mais necessário e, ao mesmo tempo, difícil. Razões para continuar vivo me chamou a atenção pelo tema e pela proposta de contar experiências de forma honesta e delicada. Encontrei na escrita de Matt Haig um livro que aborda a depressão e a ansiedade da forma como deveriam ser vistas: com delicadeza e empatia.

A SUTIL ARTE DE LIGAR O F*DA-SE - Confira a resenha
A sutil arte de ligar o f*da-se é daqueles livros que realmente chama a atenção logo no título. Com tantos livros de autoajuda sendo publicados, a narrativa de Mark Manson se destaca com uma linguagem informal, próxima e revigorante. Não é um livro que ensina a não sofrer, a ser eternamente feliz, como muitos outros tentam quase que incessantemente. Muito pelo contrário. Mark Manson afirma a todo momento que a dor é importante, é necessário senti-la e em seu livro ele ensina a usar essa dor pra amadurecer, ele ensina a sofrer e explica como não tem nada errado em não ser como a maioria. O que todos deveríamos aprender. Ele coloca o sofrimento como motivador da busca por mudança intrínseca do ser humano. É um livro interessante, novo e complexo à sua maneira.

VIDAS MUITO BOAS 
O livro é bem pequenininho, baseado no discurso de J.K. Rowling para uma turma de formandos de Harvard. Ela compartilha suas experiências pessoais que foram, antes da fama, envoltas de fracassos e dificuldades. Ela aborda de forma poderosa a maneira como lidamos com os "nãos" que recebemos ao longo da vida e como podemos usá-los para evoluir.

EU SOU AS ESCOLHAS QUE FAÇO
O livro escrito por Elle Luna é um livro delicado que trata de expectativas e cobranças, tanto nossas quanto das pessoas ao nosso redor. Baseado em ilustrações e textos curtos, o livro dá dicas práticas que podem e devem ser incrementadas na rotina para que possamos nos sentir melhor com nós mesmos, melhorar nossa qualidade de vida, nossa autoestima e viver um pouco mais tranquilamente.



Quer ficar por dentro de todos os posts do Nostalgia Cinza? Então assine a newsletter! É só colocar seu email, prometo não encher sua caixa de entrada <3 

You May Also Like

1 comentários

  1. Há um bom tempo eu quero ler ''A sutil arte de ligar o f*da-se'', já vi gente de todo canto do mundo falando bem dele e tenho me interessado muito por livros nesse estilo ultimamente, livros de crescimento pessoal, e é melhor ainda quando o livro tem um diferencial e não cai na mesmice de sempre. Outro que não conhecia mas o seu post me fez ficar com vontade de ler é ''Alucinadamente Feliz'', com essa capa não tem como não se empolgar e pela descrição parece um livro muito interessante, daqueles que dá vontade de ler nem que seja pela curiosidade.
    Beijo!

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir