Resenha: Nimona

by - 14:16


Recentemente fiquei com muita vontade de mergulhar mais no mundo das HQs. Fazia algum tempo que eu praticamente só lia histórias em quadrinhos de heróis da Marvel e da DC e acabei ficando com muita vontade de descobrir outras HQS, especialmente aquelas com volumes únicos. Bem quando estava procurando, me deparei com um post no blog da Anne&Cia indicando Nimona. Fiquei curiosa para saber a história por causa de sua premissa interessante e inusitada e acredito que tenha sido uma das minhas melhores escolhas literárias desse ano.

Quer saber por que Nimona me conquistou de tal forma? Então confira a resenha:

"Nimona é uma metamorfa sem limites nem papas na língua, cujo maior sonho é ser comparsa de Lorde Ballister Coração-Negro, o maior vilão que já existiu. Mas ela não sabia que seu herói possuía escrúpulos. Menos ainda uma deliberada missão.
Até conhecer Nimona, Ballister fazia planos que jamais davam certo. Felizmente, a garota tem muitas sugestões para reverter esse quadro. Infelizmente, a maioria envolve explosões, sangue e mortes. Agora, Coração-Negro não só tem que enfrentar seu arqui-inimigo e ex-amigo, o célebre e heroico Sir Ambrosius Ouropelvis, mas também impedir que a fiel comparsa destrua todo o reino ao tentar ajudá-lo.
Uma história subversiva e irreverente que mistura magia, ciência, ação e muito humor sobre camadas e mais camadas de reflexão – entre uma batalha e outra, é claro."

FICHA TÉCNICA

Título: Nimona
Autor: Noelle Stevenson
Ano: 2016
Páginas: 272
Idioma: Português
Editora: Intrínseca
Nota: 5/5
Compre: Amazon 
Comprando por esse link você ajuda e incentiva o Nostalgia Cinza
LIVRO CEDIDO EM PARCERIA COM A EDITORA



Nimona chama a atenção logo de cara com os traços da personagem principal. Ela foge aos estereótipos de heroínas tão comuns em histórias em quadrinhos. É uma menina com um corpo mais curvilíneo, tem um cabelo cujos penteados não são considerados tão femininos e ela, ao contrário das mocinhas, tem o sonho de ser uma super vilã. Nos primeiros quadrinhos ela procura Coração-Negro querendo ser sua comparsa, já que ele é o vilão mais temido do reino. Desde o começo Nimona não é retratada como uma heroína comum, muito menos submissa. Ao longo da história ela se mostra extremamente forte e sendo, inclusive, mais poderosa que Coração-Negro.

Nimona é uma menina, mas é uma metamorfa, ou seja, ela pode se transformar em qualquer animal ou pessoa, desde que seja real. Isso a torna uma arma extremamente poderosa que pode ser usada para o mal, o que é seu objetivo ao longo de toda a história.

Os personagens, principalmente Nimona, Coração-Negro e Ouropelvis, são personagens que se desenvolvem e se transformam em pessoas diferentes ao final da história, o que torna a leitura muito divertida e bem espontânea. A narrativa tem um bom ritmo e os personagens se encaixam perfeitamente nas sequências de acontecimentos. É divertido acompanhar a interação dos personagens, principalmente entre Nimona e Coração-Negro.


Além da própria Nimona, os pontos altos do livro envolvem as reviravoltas do enredo e os detalhes sutis que quase passam despercebidos ao longo da leitura, mas que fazem diferença no desfecho da narrativa. Nimona - tanto a história quanto a personagem - foge aos estereótipos e clichês, o que já é um bônus por si só.

Os diálogos são bem engraçadinhos, a tradução de Flora Pinheiro foi muita boa em manter a naturalidade das conversas e expressões. É fácil mergulhar na história sem se preocupar com algumas palavras fora de contexto ou pouco usuais, o que torna a leitura ainda mais imersiva.

Noelle Stevenson criou um mundo de fantasia bem diferente e autêntico. Ao mesmo tempo que contempla características de histórias medievais com duelos entre cavaleiros, um reino com plebeus e uma espécie de monarquia absolutista, o reino é moderno, a tecnologia é de ponta e a ciência já é desenvolvida o bastante para ser extremamente aceita e valorizada. O livro mistura características muito antagônicas que funcionam perfeitamente, o que transforma Nimona em uma HQ divertida, crível e única.


Nimona é uma HQ impossível de largar do início ao fim. Apesar de ter pouco mais de 270 páginas, a leitura flui tão naturalmente que parece um desenho animado ganhando vida. É um daqueles livros para se ler de uma vez e para sentir um calorzinho no peito ao virar a última página.

É um daqueles livros para dar algumas risadas e sorrir mesmo em momentos e que a narrativa começa a se tornar mais dramática e intensa. Mesmo com o tom mais sério do desenrolar da história, Nimona consegue nos fazer sorrir com sua personalidade única. É refrescante ler uma HQ em que a mulher seja a protagonista e tenha uma personalidade tão forte e um senso de humor excelente, o que é quase uma inocência intrínseca à personagem. É divertido acompanhar essa saga que acontece em um período curto, mas cuja história se desenvolve rápido e de um jeito maravilhoso.


Os traços de Noelle Stevenson são muito bonitos, é um desenho que não tenta ser realista, é quase como se a autora abraçasse esse mundo mágico e representasse essa fantasia nos traços dos seus personagens. Os desenhos são finos, cartunescos e lindos, e as cores deixam a história ainda mais encantadora.

A edição da Intrínseca está maravilhosa também. A capa em brochura tem detalhes em relevo com desenhos das criaturas que Nimona se transforma ao longo da história e o acabamento é muito belo, o que faz que o próprio produto-livro seja um encanto à parte. A impressão fez jus aos desenhos de Noelle. É um daqueles livros para guardar com muito carinho na estante.

Nimona é uma HQ divertidíssima, muito fácil de ler e digna de uma protagonista encantadora. É uma história que independe de idade e gênero, todos podem se divertir ou se identificar um pouco com Nimona e seus coadjuvantes. É uma história redondinha, que começa muito bem, de forma envolvente e engraçada e que termina com um desfecho excelente. É uma HQ tanto para quem já é fã de quadrinhos e tem o hábito de ler esse gênero, quanto para aqueles que querem se aventurar nesse tipo de leitura. Nimona é a escolha perfeita, já virou um queridinho da minha estante.

Gostou da resenha e quer conhecer outro livro impossível de largar? Então confira a resenha de Wonder Women!





You May Also Like

2 comentários

  1. Quero comprar este quadrinho há muito tempo, mas nunca compro (sempre aparece algum outro que pega o lugar dele), mas desse ano não passa, comparei e lerei, pois tenho certeza que vou adorar essa história.
    Amei a resenha, me fez sentir ainda mais vontade de comprar essa obra *--*
    Beijinhos <3

    Toca da Lebre

    ResponderExcluir
  2. Aaaaa, já faz um tempinho que sinto vontade de começar a ler HQs, então seu texto veio na hora certa! Nunca tinha ouvido falar sobre Nimona, mas gostei muito da resenha e me interessei por essa leitura. Espero em breve comprá-lo, tenho certeza que será muito divertido!

    ResponderExcluir