Resenha: The Beauty of Darkness

11:52



Estava esperando ansiosa pelo último volume da trilogia Crônicas de Amor e Ódio e quando a Darkside lançou The Beauty of Darkness não pude fazer mais nada além de correr pra colocar as mãos no terceiro livro dessa série maravilhosa.
Com uma história extremamente envolvente e muito bem trabalhada, The Beauty of Darkness termina a saga da princesa Lia com emoção até a última página!
Quer saber o que achei do livro? Então confira a resenha de The Beauty of Darkness:

“A trilogia Crônicas de Amor e Ódio chega ao fim de maneira arrasadora. A história de Lia inspirou muitos leitores a embarcarem em uma jornada extraordinária repleta de ação, romance, mistérios e autoconhecimento, em um universo deslumbrante criado pela premiada escritora Mary E. Pearson, onde o poder feminino é a força motriz capaz de mudar e fazer toda a diferença no novo mundo em construção.
Lia sobreviveu a Venda, mas não foi a única. Um grande mal pretende destruir o reino de Morrighan, e somente ela pode impedi-lo. Com a guerra no horizonte, Lia não tem escolha a não ser assumir seu papel de Primeira Filha, como uma verdadeira guerreira — e líder.
Enquanto luta para chegar a Morrighan a tempo de salvar seu povo, ela precisa cuidar do seu coração e seus sentimentos conflituosos em relação a Rafe e as suspeitas contra Kaden, que a tem perseguido. Nesta conclusão de tirar o fôlego, os traidores devem ser aniquilados, sacrifícios precisam ser feitos e conflitos que pareciam insolúveis terão que ser superados enquanto o futuro de todos os reinos está por um fio e nas mãos dessa determinada e inigualável mulher."




FICHA TÉCNICA 
Título: The Beauty of Darkness
Autor: Mary E. Pearson
Ano: 2017
Páginas: 569
Idioma: Português
Editora: Darkside Books
Nota: 5/5
Compre: Amazon / Saraiva
Comprando por esses links você ajuda e incentiva o Nostalgia Cinza


The Beauty of Darkness encerra a história de Lia como princesa e abre as portas para o futuro dessa protagonista que me conquistou desde a primeira página. O livro começa do ponto em que o segundo terminou, com Lia e Rafe fugindo de Venda e das garras do Komizar. Apesar de parecer que o pior ficou para trás, Lia percebe precisa reconquistar seu reino de nascença e salvar o reino que aprendeu a amar. Ela precisa ser mais forte do que nunca para tentar unir povos que vivem em conflito há séculos e liderá-los em busca de esperança e um futuro mais justo para todos.
Mais do que nos dois livros anteriores, em The Beauty of Darkness os personagens chegam ao seu ponto máximo de desenvolvimento. Tanto Lia quanto Rafe e Kaden precisam tirar proveito do passado para se tornarem mais fortes e enfrentarem a batalha de suas vidas. Kaden precisa superar seu passado, principalmente sua infância em um ambiente hostil, e entender quem é e a qual reino ele pertence. Rafe é confrontado com o fardo de gerações inteiras em seus ombros e, mais do que nunca, deve se tornar o líder que nasceu para ser. E é Lia quem tem a maior transformação de todas deixando para trás a princesa que era para se tornar a salvadora que trará esperança para todos os povos.


“A praça estava cheia. Todos vieram ver a princesa Arabella ser enforcada. Em vez disso, eu precisava dizer a eles que os lideraria na luta de suas vidas. "

O livro tem quase 600 páginas e consegue ser envolvente do começo ao fim. Mary E. Pearson escreveu uma história tão apaixonante que é impossível não devorar o livro. Em nenhum momento a leitura se torna maçante ou cansativa porque cada diálogo, cada descrição e cada momento são decisivos para construir a narrativa como um todo. Mesmo as canções ou os Textos Antigos são encaixados de maneira precisa ao longo da história. É aquele livro em que cada página se completa perfeitamente. 
Mary E. Pearson me conquistou de vez com sua escrita incrível. Em três livros fantásticos a autora conseguiu criar um mundo extremamente interessante e muito bem estruturado. Gosto de histórias trabalhadas nos detalhes e Pearson faz isso com excelência. Desde o idioma vendano e suas tradições bárbaras, as histórias centenárias do surgimento dos três grandes reinos até as canções das três irmãs e as profecias dos Textos Sagrados, Mary E. Pearson constrói uma narrativa extremamente crível e elaborada. É uma história fundamentada em uma mitologia própria que cresce ao longo das páginas do livro de forma impressionante e cativante.

“Naquele submundo, eu ouvia palavras trilhando atrás de mim, como lobos perseguindo a presa, esperando que ela ficasse fraca e caísse, cadeias de palavras de ataque. Como pode não entender? E, talvez o pior de tudo, a dor das palavras nunca ditas."


The Beauty of Darkness é, definitivamente, o melhor dos livros da trilogia. Tanto do ponto de vista do desenvolvimento dos personagens quanto da construção da narrativa, o terceiro volume consegue mesclar de maneira impecável a trajetória da profecia de uma salvadora com os desafios apaixonantes de Lia.
Preciso ressaltar que Lia é uma personagem extremamente marcante. Gosto de livros com protagonistas fortes e Lia é, de longe, uma das que mais me cativaram. No primeiro livro da série ela já mostra sua personalidade independente e decidida, mas é nesse último volume que ela mostra a guerreira e líder que escondia debaixo da pele. Mesmo sendo extremamente bondosa e humilde, ela não se deixa abalar por homem nenhum, mesmo o mais cruel e inescrupuloso deles. Lia consegue conquistar povos sem erguer uma espada, apenas com o dom que é seu direito de nascença. Um exemplo de poder e força feminina num mundo machista e impiedoso.
Como leitora, gosto de ter toda a experiência do livro físico, então em toda resenha me sinto na obrigação de mencionar a diagramação dos livros da Darkside. The Beauty of Darkness tem a capa dura e em soft touch, vem com aquele marcador típico do próprio livro, têm mapas de todos os reinos mencionados na história na contracapa e a divisão dos capítulos é ilustrada e decorada com as canções dos Textos Antigos. É um livro lindo que dá prazer de folhear.  
Para quem procura um livro de aventura e fantasia com personagens marcantes, enredo envolvente e narrativa bem estruturada, essa trilogia é a escolha perfeita! Desde The Kiss of Deception até The Beauty of Darkness, você vai se apaixonar, sofrer e mergulhar num mundo de batalhas e, sobretudo, esperança. A pedida perfeita para todo bom leitor <3

Se você gostou da resenha e quer conhecer outro título da Darkside, confira a resenha de Casos de Família! 

“Fim da jornada. A promessa. A esperança.
Reúnam-se, cheguem perto, meus irmãos e irmãs.
Hoje é o dia em que mil sonhos vão nascer.
Nós tocamos as estrelas, e a poeira de possibilidades é nossa.
Pois, era uma vez, três mulheres que eram uma família,
Como nós somos agora, e elas mudaram o mundo
Com a mesma força que temos dentro de nós.
Nós somos parte da história delas,
E uma história ainda maior está pela frente."




Quer ficar por dentro de todos os posts do Nostalgia Cinza? Então assine a newsletter! É só colocar seu email, prometo não encher sua caixa de entrada <3

You Might Also Like

0 comentários

recent posts

Like us on Facebook

Twitter